quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Nem tudo (Castelo de Areia)


Nem tudo que sonhamos é o que realizamos, mesmo que construímos o castelo, a onda vem e derruba. E assim, novamente passamos a construir novamente, afinal, somos seres a criar e construir. Somos reis a construir um reinado, mas nada que é lhe dado, é o que de verdade iremos construir e fazer permanecer.

O que é feito de areia, desaba, mas o que é feito de concreto, não, tudo que é de concreto, se torna sólido e concretiza. Tudo que é feito com verdade, verdadeiro será e se tornará inabalável. Assim seguimos para encontrar a melhor forma de criar e fazer a fortaleza que fortalece o nosso jeito de viver seja indestrutível.

Viveremos para que o construir seja o nosso maior prazer, pois só constrói quem se coloca com um verdadeiro construtor. Um verdadeiro construtor de ideias, ideais e verdade. Só constrói quem se propõe a colocar a mão na massa, moldar e ver a sua obra tomar forma.

Muitas formas irão lhe fazer querer, mas nenhuma forma será tão perfeita quanto a sua forma de criar, acreditar, construir e terminar a sua melhor obra e, a sua melhor obra, é a de saber que nada será tão duradouro quanto à obra de acreditar no amanhã.

Para poder construir é preciso que você se abale para que no amanhã, você construa bases sólidas.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails