segunda-feira, 28 de março de 2016

Libertas

(Foto mobile: Gui Venturini)

A liberdade de poder voar, bater asas para a imensidão, conhecer o mundo em um piscar de olhos e adormecer nos braços do novo. O respirar é algo natural, respiramos sem intensão, respiramos porque ouvimos o nosso coração. O bater compassado só me faz caminhar para os braços e para o amor puro e concreto.

Nada pode ser mais sincero do que o amor honesto, do olhar nos olhos e na verdade em dizer eu te amo com todas as palavras. Liberdade é viver aprisionado no amor que voa que faz voar e que leva você as alturas. Liberdade é sentir e ser sentido, é ser amado e respeitado, pois quando o amor é sincero ele não precisa dizer nada, os atos dizem por si só.

Atitude é amar sem medo, sem querer ser o dono do outro, porque quando nos unimos nos tornamos um só, amor corresponde, não responde, amor não machuca, amor acha as curas das dores que o mundo nos dá.

Se a vida nos deu a chance de escolher, eu escolho amar todos os dias e exalar o amor por onde eu passar, pois quem ama, só pode receber o amor de volta. O amor não poda, ele faz florescer e transforma tudo em flor, pois só a flor liberta pode exalar o verdadeiro amar.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails