quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Um olhar

Foto: Gui Venturini
 
Eu gostaria que os seus olhos olhassem para os meus e seguissem os mesmos caminhos, eu gostaria de estar de mãos dadas com você para poder passear pelo jardim secreto do amor. Mas hoje, estou com os olhos fechados, pois os seus, não olham mais para mim.
 
Hoje posso olhar para tudo, mas nada poderá fazer que eu enxergue a triste ilusão de não ver o que meus sonhos querem ver, hoje estou cego perante o mundo, estou cego perante a vida.
 
Quero ver, quero olhar, mas meus olhos lacrimejam pela dor do viver que o mundo vive, vejo as pessoas, mas as pessoas não me vêem, todos se cegaram pelo poder e, a vida a viver, ficou para o triste olhar do desamor.
 
Quanta dor virá, quanta frieza existirá e quanta fraqueza reinará em um mundo que só abrirá os olhos para o poder que não terá valor para as pessoas que choram. Eu espero que todas as lágrimas sequem pra ver o sorriso no rosto triste do seu olhar.
 
Olhamos, mas nem sempre enxergamos, por isso choramos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails