quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Lendas

Foto: Fabrício Fernando

Todas as lendas que ouvi um dia de noite se tornaram reais no meu viver, por onde caminhei encontrei sendas a seguir e, por onde passei, eu presenciei histórias a acontecer. As fendas e obstáculos que surgiram pelo caminho foram os mesmos que ouvi um dia sendo contados no meu adormecer.

Tudo que ouvi no contar e no virar das páginas de um livro no meu crescer, são os mesmos contos que vejo amadurecer na mente verde e adubada pelas pegadas que deixei pelo caminho que um dia eu tracei.

O uivar do vento tenta me contar o que não consigo entender e as lenhas que colhi pelo caminho se tornaram brasa a me acalentar, se tornaram histórias a se apagar.

O fogo irá esquentar meus pensamentos, mas nunca me dirá a verdade que procuro ao deitar, as fagulhas se perderão pelo ar e irão encontrar outro lugar para ficar, elas se encontrarão todas pelo ar que as levarão para o céu do meu pensar.

As estrelas serão testemunhas da queimadura das lágrimas do meu chorar, irei adormecer para sonhar com as lendas que um dia não consegui viver, mas guardarei todas elas para um dia pode contar.

Poderei ser num dia ensolarado ou em uma noite iluminada, conto ou contado, poderei, ser lenda ou um ser lendário.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails