segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Fim de ano (Carpe Diem)



Todo fim de ano escolhemos as frases e as mensagens mais bonitas para mandarmos aos nossos amigos, familiares e amores.

Tentamos escrever um texto legal ou encontrar um bom texto que expresse todo nosso carinho, otimismo e esperança para o novo ano. Somos repetitivos, pois todo ano fazemos a mesma coisa, sugerimos simpatias que não dão certo, usamos cores que expressam sentimentos que independente de usarmos ou não, tudo irá acontecer dependendo de como você agir e se comportar para que tudo se realize.

Buscar nossos sonhos só depende de nós mesmos, não depende da simpatia ou da cor que você usa, só depende de você e do seu esforço, ou seja, seu trabalho, por isso, que o seu sonho deve ser do tamanho do seu esforço e não do tamanho do seu pensamento.

Então, para este próximo ano, eu, lhe desejo; muito esforço e dedicação para você realizar seus sonhos e que os seus, se tornem realidade a partir do momento que você se dedique e mereça que ele se realize, pois todos nós merecemos viver o hoje.

Amor, paz, sucesso e sorte, precisamos todos os dias, para podermos vencer nossas dificuldades e nossos obstáculos.

Tenha um novo ano de inspirações e saiba que a inspiração do seu viver depende de você.

Que venha Dois Mil e 12 com as dificuldades e com as oportunidades que todos nós vivenciamos, pois nada se acaba tudo se renova.

E pra você, Carpe Diem (Colha o Dia), poema de Horácio;

Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.

Não perguntes, saber é proibido, o fim que os deuses darão a mim ou a você,

Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia não brinque.

É melhor apenas lidar com o que cruza o seu caminho.

Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último, que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar.

Tirreno: seja sábio, beba seu vinho e para o curto prazo reescale suas esperanças.

Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento está fugindo de nós.

Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.

Podemos sempre ser melhores. Basta pensarmos melhor.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Papel de Presente

O final de mais um ano se aproxima e junto com ele toda a magia do Natal. Quando falamos de Natal automaticamente já nos lembramos de presentes e do Papai Noel. O Papai Noel (Santa Claus) já é um símbolo de presente e isso já cria toda uma magia vibrante em todos nós, sendo crianças ou não.

Mas qual o verdadeiro papel do Natal? Presentear, fazer o bem, união familiar ou tudo que citei? No meu exclusivo pensar uma data para vender presentes, nossa, você deve ter pensado, você não tem sentimento algum mesmo, se você me conhece, sabe que o sentimento brota em meus poros, mas não posso ser hipócrita de não falar o que penso.

Este ano na minha casa o Natal será como manda o figurino ou como a sociedade impôs que fosse, pois meus filhos ainda não entendem o meu pensar, por isso, teremos, árvore de natal, botinha do Noel pendurada, pisca-pisca, guloseimas e presentes para o Lorenzo, Benicio e Marcia, epa, eu também quero o meu.

Enfim, esta é a magia natalina que contagia mesmo sabendo que é um dia mais comercial do que sentimental. Também aquele mito que o Papai Noel é Vermelho por causa da Coca Cola é outra história comercial, pois quando o Papai Noel surgiu em uma ilustração em 1866 feita por Thomas Nast ele já estava em trajes vermelhos, isso por que, a impressões eram feitas em três cores, era usado o preto, a cor do papel (branco) e qualquer outra cor, neste caso, foi usado o vermelho, pois era a cor que mais chamava a atenção, então, podemos ver que tudo era mito, pois a Coca Cola apresentou o seu primeiro Papai Noel em 1930, mas 1919 já teria um anuncio dos Cigarros Murad (Turco) que o Papai Noel era Vermelho, nossa, o Papai Noel fumava? Se ele fumava, eu não sei, mas já fazia propaganda.

Mas continuando falando de Natal, vamos falar também dos presentes que são mais interessantes, opa!!! Para os religiosos o mais importante é o nascimento de Jesus, claro, que isso eu respeito e muito. Neste caso o Natal já começa ter grandes significados, nascimento de Jesus, Papai Noel (Santa Claus), presentes, uma bela ceia, bom, realmente o Natal se tornou grandioso, mas não deixou de ser comercial, pois, só se torna grandioso para quem financeiramente pode proporcionar para sua família uma Natal com todas essas proporções, para quem não pode, continua apenas com sua fé.

Na hora de abrir os presentes com toda certeza será uma grande festa, mas para quem não pode nem embrulhar um presente para dar ao seu filho, não se preocupe, pois o papel de presente não serve para nada, apenas para ser rasgado e com toda certeza irá pro lixo ou para embaixo da cama entre o colchão e o estrado, vixi, agora fui longe, hein?

É, na minha infância isso acontecia na minha casa, e acredito eu, que na maioria das famílias, mas hoje não dá mais para colocar embaixo do colchão, pois agora as camas são BOX, Queen Size e King Size, é... tudo mudou e continua mudando, só não muda as histórias, pois o comercio, não iria gostar nem um pouco.

Um feliz Natal pra você e para sua família. E mais importante que embrulhos é o espírito sentimental que não deve prevalecer apenas no dia e sim por toda a vida.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Encontro

Gui, Lú, Gabrix, Elô, André, Victor, Marcio, Nicolas e Duzão

O encontro de amigos e família é o encontro da alegria com o amor, que exala significados e espalha o cheiro pelo ar.

Encontramos o significado e esperamos o resultado do ciclo que quase se fecha, e se abre, para uma nova perspectiva em nossas vidas.

Encontrar respostas e procurar na dúvida o significado da existência, assim, seremos eternamente encontrados e perdidos em tudo o que é novo.

São as duvidas que nos fazem perguntar e encontrar as respostas, mas são nas respostas que aprendemos a não perguntar e aprendemos que o aprendizado está em tudo que vivemos.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Homens e cavalheiros


Homens são aqueles que sem nenhuma gentileza expressam seu machismo e impõe ordens a todos ao seu redor, não respeitando o próximo.

Cavalheiros são gentis, sensíveis e educados que com atos expressam o amor e todo o seu respeito ao ser humano.

Você deve estar pensando, porque escrevo isso, pois eu lhe digo. Estamos vivendo a era dos falsos gentis, que se colocam como cavalheiros, mas na verdade são tremendos machistas que pensam em si mesmos e cada vez mais, denigrem a imagem do cavalheiro.

Lembro-me do meu avô Nilo (como o rio do Egito), grandioso, que expressava em suas palavras e atos seu cavalheirismo, no fundo do quintal da casa dos meus avós havia uma “parreira de uva” que quando minha Mãe chegava, ele logo escolhia o cacho mais saboroso e lhe presenteava, posso ver os olhos da minha Mãe até hoje brilhando com tanta gentileza, mas grandiosos também eram seus poemas, sonetos e poesias, que com simpatia declamava, esse sim, foi um cavalheiro e poeta.

E como filho de peixe peixinho é, meu pai seguiu os passos do seu pai, mesmo com uma expressão séria, era um sensível cavalheiro, que tratava além da minha Mãe todos ao seu redor com simpatia, era um homem simples, mas não machista, não tinha uma faculdade, mas tinha o diploma da gentileza, lembro-me de uma passagem interessante ao lado dele ouvindo músicas românticas que era sua maior paixão, e eu, lhe perguntei; Pai, o senhor está apaixonado? Ele me disse; sim, pela mesma mulher (minha Mãe) há trinta e cinco anos, isso ficou registrado, pois além de poético foi um ato de cavalheirismo, amar por tanto tempo, e se despedir amando, assim foi meu Pai e essas são algumas das minhas lembranças e exemplo de cavalheirismo.

Voltando ao tempo atual, vejo homens, “pegando” mulheres, assim eles se expressam, assim eles falam, e algumas dessas mulheres, adoram ser tratadas assim. Triste, pois acabou o cavalheirismo. As musicas de hoje expressam palavras que denigrem as mulheres e mostram que os cavalheiros e os grandes poetas, sumiram.

A televisão mostra que a mulher é apenas um objeto do desejo dos Homens e não dos cavalheiros, pois cavalheiros abrem a porta do carro, mandam flores, escrevem cartas e declamam poesias, Homens, espera a mulher fazer suas coisas, mandam flores para amante, escrevem e-mails copiados de algum site e endereçam para suas paqueras, pois escrever uma carta dá muito trabalho e mandam ao invés de poesias, uma música dizendo o que ele não tem capacidade de escrever ou dizer.

Homens não entendem que escrever uma carta é expressar sentimentos, declamar uma poesia, é entender uma mulher, e mandar flores, é encantar e florear a sua amada.

Cavalheiros sabem de tudo isso e não deixam de ser gentis, pois sabem que na mesma proporção que existem Homens, existem Mulheres, mas continuam amando suas Damas.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails