segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Fim de ano (Carpe Diem)



Todo fim de ano escolhemos as frases e as mensagens mais bonitas para mandarmos aos nossos amigos, familiares e amores.

Tentamos escrever um texto legal ou encontrar um bom texto que expresse todo nosso carinho, otimismo e esperança para o novo ano. Somos repetitivos, pois todo ano fazemos a mesma coisa, sugerimos simpatias que não dão certo, usamos cores que expressam sentimentos que independente de usarmos ou não, tudo irá acontecer dependendo de como você agir e se comportar para que tudo se realize.

Buscar nossos sonhos só depende de nós mesmos, não depende da simpatia ou da cor que você usa, só depende de você e do seu esforço, ou seja, seu trabalho, por isso, que o seu sonho deve ser do tamanho do seu esforço e não do tamanho do seu pensamento.

Então, para este próximo ano, eu, lhe desejo; muito esforço e dedicação para você realizar seus sonhos e que os seus, se tornem realidade a partir do momento que você se dedique e mereça que ele se realize, pois todos nós merecemos viver o hoje.

Amor, paz, sucesso e sorte, precisamos todos os dias, para podermos vencer nossas dificuldades e nossos obstáculos.

Tenha um novo ano de inspirações e saiba que a inspiração do seu viver depende de você.

Que venha Dois Mil e 12 com as dificuldades e com as oportunidades que todos nós vivenciamos, pois nada se acaba tudo se renova.

E pra você, Carpe Diem (Colha o Dia), poema de Horácio;

Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.

Não perguntes, saber é proibido, o fim que os deuses darão a mim ou a você,

Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia não brinque.

É melhor apenas lidar com o que cruza o seu caminho.

Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último, que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar.

Tirreno: seja sábio, beba seu vinho e para o curto prazo reescale suas esperanças.

Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento está fugindo de nós.

Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.

Podemos sempre ser melhores. Basta pensarmos melhor.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Papel de Presente

O final de mais um ano se aproxima e junto com ele toda a magia do Natal. Quando falamos de Natal automaticamente já nos lembramos de presentes e do Papai Noel. O Papai Noel (Santa Claus) já é um símbolo de presente e isso já cria toda uma magia vibrante em todos nós, sendo crianças ou não.

Mas qual o verdadeiro papel do Natal? Presentear, fazer o bem, união familiar ou tudo que citei? No meu exclusivo pensar uma data para vender presentes, nossa, você deve ter pensado, você não tem sentimento algum mesmo, se você me conhece, sabe que o sentimento brota em meus poros, mas não posso ser hipócrita de não falar o que penso.

Este ano na minha casa o Natal será como manda o figurino ou como a sociedade impôs que fosse, pois meus filhos ainda não entendem o meu pensar, por isso, teremos, árvore de natal, botinha do Noel pendurada, pisca-pisca, guloseimas e presentes para o Lorenzo, Benicio e Marcia, epa, eu também quero o meu.

Enfim, esta é a magia natalina que contagia mesmo sabendo que é um dia mais comercial do que sentimental. Também aquele mito que o Papai Noel é Vermelho por causa da Coca Cola é outra história comercial, pois quando o Papai Noel surgiu em uma ilustração em 1866 feita por Thomas Nast ele já estava em trajes vermelhos, isso por que, a impressões eram feitas em três cores, era usado o preto, a cor do papel (branco) e qualquer outra cor, neste caso, foi usado o vermelho, pois era a cor que mais chamava a atenção, então, podemos ver que tudo era mito, pois a Coca Cola apresentou o seu primeiro Papai Noel em 1930, mas 1919 já teria um anuncio dos Cigarros Murad (Turco) que o Papai Noel era Vermelho, nossa, o Papai Noel fumava? Se ele fumava, eu não sei, mas já fazia propaganda.

Mas continuando falando de Natal, vamos falar também dos presentes que são mais interessantes, opa!!! Para os religiosos o mais importante é o nascimento de Jesus, claro, que isso eu respeito e muito. Neste caso o Natal já começa ter grandes significados, nascimento de Jesus, Papai Noel (Santa Claus), presentes, uma bela ceia, bom, realmente o Natal se tornou grandioso, mas não deixou de ser comercial, pois, só se torna grandioso para quem financeiramente pode proporcionar para sua família uma Natal com todas essas proporções, para quem não pode, continua apenas com sua fé.

Na hora de abrir os presentes com toda certeza será uma grande festa, mas para quem não pode nem embrulhar um presente para dar ao seu filho, não se preocupe, pois o papel de presente não serve para nada, apenas para ser rasgado e com toda certeza irá pro lixo ou para embaixo da cama entre o colchão e o estrado, vixi, agora fui longe, hein?

É, na minha infância isso acontecia na minha casa, e acredito eu, que na maioria das famílias, mas hoje não dá mais para colocar embaixo do colchão, pois agora as camas são BOX, Queen Size e King Size, é... tudo mudou e continua mudando, só não muda as histórias, pois o comercio, não iria gostar nem um pouco.

Um feliz Natal pra você e para sua família. E mais importante que embrulhos é o espírito sentimental que não deve prevalecer apenas no dia e sim por toda a vida.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Encontro

Gui, Lú, Gabrix, Elô, André, Victor, Marcio, Nicolas e Duzão

O encontro de amigos e família é o encontro da alegria com o amor, que exala significados e espalha o cheiro pelo ar.

Encontramos o significado e esperamos o resultado do ciclo que quase se fecha, e se abre, para uma nova perspectiva em nossas vidas.

Encontrar respostas e procurar na dúvida o significado da existência, assim, seremos eternamente encontrados e perdidos em tudo o que é novo.

São as duvidas que nos fazem perguntar e encontrar as respostas, mas são nas respostas que aprendemos a não perguntar e aprendemos que o aprendizado está em tudo que vivemos.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Homens e cavalheiros


Homens são aqueles que sem nenhuma gentileza expressam seu machismo e impõe ordens a todos ao seu redor, não respeitando o próximo.

Cavalheiros são gentis, sensíveis e educados que com atos expressam o amor e todo o seu respeito ao ser humano.

Você deve estar pensando, porque escrevo isso, pois eu lhe digo. Estamos vivendo a era dos falsos gentis, que se colocam como cavalheiros, mas na verdade são tremendos machistas que pensam em si mesmos e cada vez mais, denigrem a imagem do cavalheiro.

Lembro-me do meu avô Nilo (como o rio do Egito), grandioso, que expressava em suas palavras e atos seu cavalheirismo, no fundo do quintal da casa dos meus avós havia uma “parreira de uva” que quando minha Mãe chegava, ele logo escolhia o cacho mais saboroso e lhe presenteava, posso ver os olhos da minha Mãe até hoje brilhando com tanta gentileza, mas grandiosos também eram seus poemas, sonetos e poesias, que com simpatia declamava, esse sim, foi um cavalheiro e poeta.

E como filho de peixe peixinho é, meu pai seguiu os passos do seu pai, mesmo com uma expressão séria, era um sensível cavalheiro, que tratava além da minha Mãe todos ao seu redor com simpatia, era um homem simples, mas não machista, não tinha uma faculdade, mas tinha o diploma da gentileza, lembro-me de uma passagem interessante ao lado dele ouvindo músicas românticas que era sua maior paixão, e eu, lhe perguntei; Pai, o senhor está apaixonado? Ele me disse; sim, pela mesma mulher (minha Mãe) há trinta e cinco anos, isso ficou registrado, pois além de poético foi um ato de cavalheirismo, amar por tanto tempo, e se despedir amando, assim foi meu Pai e essas são algumas das minhas lembranças e exemplo de cavalheirismo.

Voltando ao tempo atual, vejo homens, “pegando” mulheres, assim eles se expressam, assim eles falam, e algumas dessas mulheres, adoram ser tratadas assim. Triste, pois acabou o cavalheirismo. As musicas de hoje expressam palavras que denigrem as mulheres e mostram que os cavalheiros e os grandes poetas, sumiram.

A televisão mostra que a mulher é apenas um objeto do desejo dos Homens e não dos cavalheiros, pois cavalheiros abrem a porta do carro, mandam flores, escrevem cartas e declamam poesias, Homens, espera a mulher fazer suas coisas, mandam flores para amante, escrevem e-mails copiados de algum site e endereçam para suas paqueras, pois escrever uma carta dá muito trabalho e mandam ao invés de poesias, uma música dizendo o que ele não tem capacidade de escrever ou dizer.

Homens não entendem que escrever uma carta é expressar sentimentos, declamar uma poesia, é entender uma mulher, e mandar flores, é encantar e florear a sua amada.

Cavalheiros sabem de tudo isso e não deixam de ser gentis, pois sabem que na mesma proporção que existem Homens, existem Mulheres, mas continuam amando suas Damas.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Tão Bom

Inspirada na publicidade de um produto, hoje faço uma reflexão sobre rejuvenescer, voltar ao tempo de criança, na adolescência ou viver em uma eterna juventude, será que nós percebemos o tempo passar ou só entendemos esse tempo passado quando lembramos de que não voltam mais?

Interessante é pensar no que passou e o que mudou em você e nas suas atitudes e o que mudou em você como ser humano. A barriga, a celulite, a calvisse, o cabelo branco, as rugas, tudo isso é banal perante a experiência de vida adquirida ou não?

Se preocupar com a matéria, ou seja, com a carne que modela a sua alma é parar no tempo e não deixá-la fluir, pois está preso em um jovem e inexperiente viver.

O que realmente vale a pena nesta vida?

No meu pensar, o que vale a pena é a experiência vivida, a sabedoria adquirida que será um eterno aprendizado e todos os seres que fizeram a diferença no meu convívio. O carro, a casa e os bens adquiridos não terão importância nenhuma quando daqui eu me despedir.

Nós não sentiremos saudade dos nossos bens, sentiremos saudade do nosso bem, e esse bem que nos faz tão bem nada mais é do que a família e os irmãos que nós adotamos durante nossa passagem.

A posição de chefe, gerente e diretor que você tanto sonhou e conquistou ou não, na empresa que você deu a sua vida, não é nada importante do que o chefe de família que você é, do gerente de suas atitudes e do diretor do amor que você propagou na empresa chamada família. Por isso que devemos ser o gestor dos nossos atos e atitudes e a nossa meta deverá sempre ser os seres que amamos.

Tudo que é real para mim é saber que não sei nada ainda e sempre estarei aprendendo e todo esse aprendizado não será com nenhum adulto e sim com as velhas crianças, pois os estágios que passamos durante a vida nos mostra quatro fases;

1ª Fase - Bebê - Quando somos filhos e ensinamos nossos pais.

2ª Fase - Criança - Quando nos influenciamos (desaprendemos) com o mundo e passamos a aprender o que ensinamos aos nossos pais.

3ª Fase - Adolescência - Quando ensinamos nossos pais novamente, pois o mundo mudou e nossos pais nem sempre acompanham essas mudanças.

4ª Fase - Adulta - Envelhecemos e viramos crianças novamente e seremos cuidados pelos nossos filhos. (Claro, nem sempre acontece, mas isso depende da criação).

A vida é cíclica, vivemos e revivemos como aprendemos e desaprendemos.

E quando chegarmos ao final dessa vida, veremos que chegar a velhice é voltar a ser uma criança que viveu uma "chata" vida adulta e nesta hora é tão bom; dançar com seu par, reviver seu amar, novamente se apaixonar e voltar ao tempo de brincar.

Assista o vídeo, simplesmente genial.



O amor que existe dentro de cada um de nós é a única força para todas as mudanças.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

É a Gota D´água

Pode não ser a Gota D´água se todos nós caminharmos na mesma direção e assinarmos essa petição. O mais importante que artistas estão botando a cara para bater e isso fortalece esse movimento, afinal, eles são formadores de opinião e tem o veículo de massa nas mãos.

Essa sim é uma atitude que merece destaque, pois eu e você não temos a força que esses artista tem e por isso parabéns a todos eles que estão engajados neste movimento.

Para entender melhor assista o vídeo abaixo.


É a Gota D' Água +10 from Movimento Gota d' Agua on Vimeo.

Assine a petição clicando aqui

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Hélio Leites , o poeta, o artista, o novo profeta.


O que mais chama minha atenção no ser humano é sua capacidade de criar, principalmente quando a criação brota de uma forma simples que não exige força, apenas a leveza do pensamento poético, sutil e espontâneo.

Muitos dizem que o mundo não vive só poesia, outros, de poetas o mundo tá cheio, e alguns dizem; isso é pura poesia, o mundo real, não é feito de poesia.

Não sei qual pode estar certo ou se todos estão errados, pois, poetizar, nos faz pensar ou não, mas a sua real função, é nos encher de amor, de pensamentos bons e também ruins, de paciência e acima de tudo, nos faz enxergar o mundo de uma forma totalmente diferente.

O maior exemplo de tudo que falo é; Hélio Leites, poeta, artesão, colecionador de frases, de simplicidade, bondade e acima de tudo um “louco” orador, isso, se podemos chamar de “louco” um ser humano que semeia palavras que nos faz pensar e refletir sobre nossa vida e nossos atos com seus mínimos artesanatos e histórias.

Galeria de Fotos no Flickr Clique Aqui

Hélio Leites mora em Curitiba-PR, suas criações expõem sentimentos, ensinam literatura, discutem valores, educam, emocionam e criam laços entre as pessoas, por meio de objetos feitos a partir de lixo e faz toda uma relação entre, universo e ser humanos, e todas suas dúvidas e questionamentos.



Uma das frases mais sábias de Leites, na minha opinião, é;

“Quem está desempregado é porque está procurando no lugar errado.” Hélio Leites

Não fazendo nenhuma comparação, mas fazendo, Hélio Leites me faz lembrar do profeta Gentileza, que dizia; Gentileza gera Gentileza que ficou conhecido depois de um grande incêndio ocorrido no Gran Circus Norte-Americano em Nitério-RJ e depois da tragédia, pegou um de seus caminhões e foi para o local do incêndio onde hoje encontra-se o H.C.E (Hospital das Clinica do Exercito).

Plantou jardim e horta sobre as cinzas do circo em Niterói, local que um dia foi palco de tantas alegrias, mas também de muita tristeza. Aquela foi sua morada por quatro anos. Lá, José Datrino incutiu nas pessoas o real sentido das palavras Agradecido e Gentileza. Foi um consolador voluntário, que confortou os familiares das vítimas da tragédia com suas palavras de bondade e deixou nas paredes urbanas várias frases.

E assim encerro falando de Hélio Leites com a seguinte frase;

“Não faço questão que as pessoas comprem meus trabalhos. Faço questão que elas saibam que eles existem”.

E também com uma frase de um dos murais do profeta Gentileza;

ESTE É O PROFETA / GENTILEZA QUE / GERA GENTILEZA / COM AMORRR E PAZ / PARA UM BRASIL E UM / MUNDO MELHOR MEUS / FILHOS NÃO USEM PROBLE- / MAS USAMOS A NATUREZA )

E claro, que como um simples poeta que sou ou penso que seja, deixo uma frase da minha autoria;

“Se quiseres saber quem você é, pergunte ao seu coração”. (Gui Ventuini)

Fotos: Unidos do Botão e Gustavo Horn

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Sem pensar

Hoje escrevo sem pensar antes, e muito menos sem preparar um texto como faço de costume. Hoje deixo minhas mãos escrever e minha mente e o meu pensamento expressar o que neste momento tenho guardado e gostaria que fluísse naturalmente, sem regras, sem bloqueios e sem critérios.

Digo isso, pois vivemos em uma mundo de regras, de bloqueios e de critérios impostos por uma sociedade que deixa se influenciar por tudo que vê e por tudo que o mundo irreal diz ser legal.

Estamos na contra mão de tudo, estamos nos digladiando e estamos parados no mesmo lugar, pois ninguém consegue mais ser natural, as pessoas vislumbram um mundo virtual, afinal estamos na era  dos computadores isso cada vez mais nos faz sermos artificiais, apesar quê; senão fosse a era virtual não poderia estar me expressando em tempo real neste momento.

Mas por outro lado tenho a consciência deste mundo e procuro não me influenciar por ele, e sim, aproveitar os seus benefícios para me expressar e propagar o meu pensamento que para muitos pode ser incorreto, mas não quero atingir a multidão e sim os seres humanos que aqui dividem comigo o meu pensar e se expressam da forma que querem, pois não sou e nunca serei o dono da verdade, aqui escrevo o que vivo, o que exala de mim e a minha verdade, pois não meu preocupo com a verdade do mundo.

Me preocupo com o mundo que criei para mim e para as pessoas que amo possam propagar o amor, a paz e a sensibilidade que não existe mais, por isso, vivo em um pequeno grupo hoje, mas grande em ceder o seu tempo para boas ações, grande em propagar palavras de carinho e grande em propagar o amor.

Esta semana recebi uma mensagem que dizia; "somos anjos de uma asa só", pois, precisamos um dos outros para podermos voar.

Um filho é a maior divindade para um casal, para mulher é uma transformação hormonal e o aprendizado que ela pode gerar uma vida, e para o homem, o entendimento de uma nova fase para sua vida, resumindo, esse presente que recebemos que são os filhos, não é possível para o ser humano fazer sozinho, precisamos do sexo oposto para fazermos, e isso, nos mostra que sempre iremos precisar um dos outros.

"Podemos ser um ou muitos, mas nunca poderemos ser todos." (Gui Venturini)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Beleza e Incerteza


Vivemos entre a beleza e a incerteza, tudo se torna belo quando vivemos momentos agradáveis, mas neste mesmo tempo vivemos a incerteza do amanhã.

O que será que pode acontecer quando vivemos entre esses dois momentos que se igualam ao mesmo tempo?

Posso dizer que nos acostumamos a viver nos dois planos, mas não entendemos e nem ficamos confortáveis com as dúvidas e os pensamentos.

Um relacionamento novo traz belezas e incertezas também, no momento de se conhecer tudo é belo, depois se torna incerto no dia a dia vivido.

O novo emprego é belo quando conquistado e depois se torna incerto a cada trabalho realizado. Novas idéias nos trás belezas, mas nos traz também incertezas, pois tudo se torna dúvida e tudo passa a ser incerto mesmo tendo a certeza do que não temos.

Entre as belezas e incertezas estamos vivendo e sobrevivendo com as dúvidas.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Tempo perdido

Quando perdemos tempo discutindo com a pessoa amada, perdemos a chance de dizer a essa pessoa o quanto ela é importante em nossa vida.

Quando brigamos, perdemos a oportunidade de abraçar, acariciar, sentir o cheiro e fazer amor com quem amamos.

Quando nos calamos por alguma mágoa ou por alguma palavra mal colocada, deixamos de beijar e sentir o sabor desse nosso amor.

Por isso, beije muito, ame muito e entenda que nada é mais importante do que o dia de hoje na existência do ser.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

EducAção - Uma Ação do Bem

Grupo D.I. + (DIferente, DIvertido e DInâmico)

Toda Ação, gera uma reAção.

Todo bem, gera uma atitude.

E toda atitude uma nova Ação.

RenovAção de pensamentos.

DemonstrAção de carinho.

EducAção, uma Ação do bem!

Ser educado gera reações inimagináveis,

Experimente, pois fazer o bem, faz bem para o seu coraAção.

Olá amigo (a) do bem, neste sábado em Araraquara-SP iremos fazer uma grande Ação sobre EducAção, pois eu e meu grupo da faculdade estamos levantando esta bandeira para participar do Prêmio Universitário do Festival Mundial de Publicidade de Gramado, cujo o tema é; uma Ação do Bem.

Não pensamos em doação e nem em assistencialismo, pois isso todos nós fazemos naturalmente, mas será que estamos fazendo o certo? Se é certo ou não estamos fazendo e isso já é uma atitude do bem, mas se pararmos para pensar quê; se construirmos uma boa base para nossas crianças, ou seja, uma boa educação não estaríamos amenizando ou até evitando problemas futuros?

Com isso nasce o projeto EducAção – Uma Ação do Bem

Está ação tem o intuito de trazer alguns hábitos de volta como; olhar para pessoas e dizer bom dia, boa tarde, boa noite, como também, obrigado, por favor e outras palavras que fazem parte da boa educação que já foram esquecidas há muito tempo.

Pela correria do dia-a-dia estamos perdendo esses hábitos e com isso, acredito eu, que estamos ficando frios e se estamos preocupados em deixar um bom legado para os nossos filhos, por que não deixar um exemplo de boa educação?

E no caso até plagiando o Profeta Gentileza; Gentileza gera Gentileza, como também; Educação gera Educação.

Por isso estaremos neste sábado (06/08) na Praça da Santa Cruz realizando esta Ação e junto distribuindo a cartilha da boa educação.

Vamos divulgar e fazer a EducAção fluir em todos os cantos deste país.
Conto com você.

Favor enviar o link da matéria de cada um de vocês ou de parceiros caso fizerem alguma menção desta Ação.

Obrigado mais uma vez!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Musicalidade e Sonoridade


“Estou de volta pro meu aconchego
Trazendo na mala bastante saudade
Querendo
Um sorriso sincero, um abraço,
Para aliviar meu cansaço...”

E assim retorno aqui para o meu aconchego, para minha família, para meus amigos e leitores e para continuar a escrever e tentar entender o meu dia-a-dia.

Escolhi esta música, pois o show de encerramento do festival este ano foi com Elba ramalho e esse verso da música De Volta Para o Meu Aconchego de Dominguinhos e Nando Cordel resume um pouco dos meus sentimentos.

A final do festival este ano foi em Poços de Caldas (MG) e apesar de já ter ido várias vezes para lá nunca tinha percebido a sonoridade desta cidade. O estado de Minas é mágico, pois à paisagem e o seu povo nos traz uma paz interior muito grande, mas este ano consegui captar mais uma qualidade para Minas e em especial para Poços de Caldas.

Minha estadia em Poços começou na quarta feira (13/07) quando passei a acompanhar toda a montagem da estrutura do festival e este ano diferente dos outros o local para o grande evento foi o Parque José Affonso Junqueira que fica ao lado do memorável Palace Hotel.

Como minha função é acompanhar toda montagem e organização do festival, tive tempo de sentar em um banco de praça para esse acompanhamento, coisa que já não fazia há muito tempo, e foi aí que percebi toda a sonoridade de Poços de Caldas.


Além das águas encantadoras, do pão de queijo e do doce de leite, Poços de Caldas é sonoridade a flor da pele e a música está em todos os cantos.

Hoje retorno como a música diz;

“Estou de volta pro meu aconchego
Trazendo na mala bastante saudade”

Mas também trago algumas palavras escritas que escrevi sentado no banco da praça e que agora divido com você em homenagem a Poços de Caldas.


A Sonoridade de Poços de Caldas

A fonte do Parque José Affonso Junqueira é encantadora, pois sua música toca a alegria das crianças, canta a união de pais e filhos e encanta senhoras e senhores.

É o encontro de pessoas, é a pausa para uma caminhada e uma reflexão no banco da praça.

Poços de Caldas é encantadora e sua sonoridade está em todos os cantos.

Quando passar por Poços de Caldas, passe alguns momentos no Parque José Affonso Junqueira, tenho certeza que você irá sentir o mesmo que eu.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Fora do Ar


 
Pra quem acompanha já há algum tempo o Linguagem Pop sabe que nesta época sou obrigado a parar para me dedicar exclusivamente para o Festival Viola de Todos os Cantos, por isso, meus amigos (as) ficarei um pouco distante daqui para focar no meu trabalho que agora exige um pouco mais de mim.

Obrigado pela atenção sempre dispensada aqui e até breve.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Família Feliz


Não, não vou impor que minha família é feliz, pois toda família tem seus altos e baixos, mas claro que fazemos o impossível para sermos felizes, principalmente agora com a chegada dos meus dois filhos.

Mas o assunto não é minha família, mas é o modismo, moda agora chamada de Família Feliz, muito bacana, mas para mostrar felicidade em família não é colando adesivos em carro e sim com atitudes e respeito entre cada um.

No trânsito pra onde você olha você vê os adesivos de uma Família Feliz, e tão feliz que o animalzinho de estimação também está junto e até sorrindo. Agora fico pensando, só porque eu não tenho um adesivo Família Feliz em meu carro, a minha família não é feliz? Acho que não né? Ou sim?

Isso é bem o pensar de uma sociedade que não está preocupada em fazer e sim em estar na moda e impondo uma realidade não tão real, mas este assunto, eu acho um pouco complexo e seria melhor parar por aqui.

Onde quero chegar é que agora o adesivo Família Feliz está sendo acusado de ser um adesivo que passa dica para bandido, pois é só olhar na traseira do carro e o suposto bandido já sabe quantos integrantes tem na família e assim pode fazer algo contra a Família Feliz.

Socorro!!!

Minha gente se pararmos para pensar assim não podemos nem mesmo sair de casa, pois pode ficar próximo a sua residência uma pessoa e contar quantas pessoas sairam de sua casa hoje, em uma semana, este suposto bandido também saberia quantas pessoas tem na sua casa e não seria necessário olhar o adesivo Família Feliz, certo?

Poupe-me dessas idiotices criadas por uma sociedade que só cria moda e fantasmas, primeiro você vai e gasta com adesivo e agora você vai e arranca, aí lhe pergunto, onde está seu direito de agir e pensar por si só?

O que está faltando para essa sociedade é um pouco de trabalho, pois como meu finado pai dizia; “cabeça fazia é oficina do capeta”.

\o/ \o/ \o/ \o/


quinta-feira, 24 de março de 2011

Superando obstáculos


Gostaria de deixar aqui meus sinceros agradecimentos a todos os seres humanos que aqui deixaram suas palavras de afeto e carinho no meu ultimo post em um dia tão especial na minha vida, da minha esposa, dos meus filhos e da nossa família.

Demorei um pouco para colocar novas fotos, pois após o nascimento do Benicio e do Lorenzo os meus pequenos foram para UTI que neste momento gostaria de chamar de Unidade de Talentosos e Intelectuais e sem pretensiosismo nenhum, pois condeno idolatria e pensar que os meus sejam melhores que os seus, pois não somos maiores e nem melhores que ninguém, somos todos iguais e também não queria deixar ninguém preocupado após tantas alegrias aqui escritas.

Para você entender, logo após o nascimento dos gêmeos, começamos á perceber a relação entre eles, pois o primeiro a ir para a UTI foi o Lorenzo, após três horas o seu irmão Benicio que estava ótimo começou a ter oscilações de Hipoglicemia igual a do seu irmão. Ficamos apreensivos, pois somos pais de primeira viagem, mas após alguns dias ficamos sabendo que isso era comum entre gêmeos e prematuros, mas como ficar tranqüilo com dois filhos em uma UTI?

Bom, assim começa a nossa luta e a destes dois seres para reabilitação e nós pais preocupados e frustrados por não poder levá-los para casa, já que a Mãe já tinha recebido alta e eles teriam que ficar em seus aquários (incubadoras) para aprenderem a nadar, afinal, são dois peixinhos e mais cedo ou mais tarde, eles terão que nadar sozinhos (essa é a lei da natureza).

Passados alguns dias na UTI o Benicio recebeu alta e a Mãe voltou para o hospital para ficar com ele enquanto o Lorenzo continuava na UTI e a cada dia se recuperava e mostrava a sua força em vencer esse seu primeiro obstáculo no planeta terra.

Hoje posso dizer que cada acontecimento foi um aprendizado, pois esperar por eles se recuperarem, me deu mais paciência, pois sei que irei precisar e muito na criação deles, passar pelo um momento de preocupação, me fez conhecer um novo amor, um amor que é inexplicável, que podemos chamar de amor de pais para filhos, e esta foto que fizemos, me fez enxergar quê; mesmo que minhas mãos sejam dez vezes maiores do que a deles, que meu amor seja infinito perante o deles e que minha força seja superior ás suas, eles nos mostraram que para vencer obstáculos não é preciso ser grande e nem forte, precisamos acreditar e crer que o amanhã será sempre melhor.



Hoje após quinze dias de visita ao hospital posso dizer que viver com esses novos seres será um eterno aprendizado para nós pais, e obrigado a você pelas orações e energia positiva depositada aqui.

Agora eles já estão em casa e começando a escrever as suas histórias.


Benicio


Lorenzo


Benicio


Lorenzo

Benicio

Lorenzo

Benicio e Lorenzo, meus filhos, meus amigos.


Agora convido você para conhecer o nosso novo blog, Lidando com Gêmeos, onde contarei o aprendizado com esses novos seres e também eliminar lendas e tabus sobre gêmeos. Será um espaço para troca de informações e auxilio para pais de gêmeos, confira clicando aqui.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Nascimento


Plantamos e cultivamos as sementes até o seu nascimento, até o seu desabrochar.

Regamos, lapidamos e amamos todos os dias essas sementinhas, esses diamantes, esses dois corações que se tornaram seres humanos.

O nascimento é o começo da existência, é o começo de um novo amor, é a renovação da vida dos pais, da família e dos filhos também.

Nascer é iniciar um novo ciclo, é cuidar, é amar e se preocupar com o amanhã, apesar quê, o hoje tem um significado bem maior.

Nascemos todos os dias a partir do momento que acordamos, levantamos da cama e abrimos a janela para ver o astro rei também nascer. Receber os primeiros raios do Sol é receber a energia necessária para viver mais um dia. Receber dois novos seres é eternizar a nossa existência.

Hoje é o dia do meu aniversário, e o melhor presente que recebo é o nascimento dos meus dois filhos, Lorenzo e Benicio. Hoje eu nasci novamente, chorei como um bebê e sorri como uma alegre criança ao receber presentes tão esperados.

O Benicio nasceu as 10:43h com dois quilos e trezentos gramas e o Lorenzo nasceu 10:44h com dois quilos e duzentos gramas, a mãezinha (mãezona) está ótima e descansando para poder recarregar toda energia necessária para poder nutrir estes novos seres.

A emoção é grande e nem sei como expressar tanta alegria, mas o que posso dizer é que hoje é o dia mais feliz da minha vida.

Meus filhos sejam bem vindos ao planeta terra, um planeta perfeito com pessoas imperfeitas, mas vocês podem fazer toda a diferença, bastam querer.

Que os Deuses possam abençoar cada passo da existência de vocês e que nós pais possamos aprender e ensinar também.







Benicio

Lorenzo

quarta-feira, 2 de março de 2011

NÉ? Não Entendo!


A mais nova mania ou gíria entre os jovens e adolescentes é o NÉ!? Não sei o que eles querem dizer com esse tal de NÉ, pois essa galera entre dezoito e vinte e dois anos não tira esse tal de NÉ das suas conversas.

Eu com os meus trinta e quatro anos cursando o segundo ano de Publicidade e Propaganda fico um pouco fora da sintonia dessa galera, pois todos os dias eu ouço esse tal de NÉ, não sei se é uma moda entre eles ou se é um palavreado que algum artista adicionou em seu vocabulário.

Esse tipo de fenômeno é chamado de Neologismo, mas o que me incomoda é que ele não aparece no linguajar dessa galera como uma pergunta e sim como uma repetição.

Exemplo: Se estou falando sobre música e digo que tal cantor é bom, ouço a seguinte resposta, NÉ!!! Será que é uma abreviação das palavras NÃO ENTENDO ou será que eles estão querendo entender do assunto e não sabem o que estou falando e por isso eles concordam com esse tal de NÉ?

Sinceramente eu não sei e fico um pouco encabulado de perguntar, pois acredito que não vou receber uma resposta convincente, então prefiro continuar com essa dúvida, NÉ?

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Gestação - 30ª Semana

Já estamos nos momentos finais da gestação e preparação dos novos seres que chegarão neste planeta. O Lorenzo e o Benicio estão ótimos e a mãezinha também, as fotos são da 30ª semana, mas como sempre estou atrasado, pois já estamos na 32ª semana.

Amigo blogueiro estou saindo em férias e por isso darei um tempo por aqui para poder refletir, acompanhar um pouco mais de perto os momentos finais da gestação e preparar os ultimos detalhes para a chegada dos gêmeos, casa em reforma para deixar tudo organizado e adaptado para esses pequeninos, então, mãos a obra. Estarei de volta em breve!

Um abraço carinhoso com muita luz, paz e harmonia para todos nós.








sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sementes que semeiam a existência


Morte, medo de falar, medo de pensar.

Morte a única certeza da vida.

Uns a temem, outros a aceitam, mas todos ainda não se acostumaram com a perda, pois perder alguém ou perder algo na vida nos faz sentir perdedores e ser perdedor ninguém quer ser, não é verdade?

O fim de um relacionamento é mais cruel para quem é deixado do que para quem deixa, a perda do emprego é mais triste para quem é dispensado do que para aquele que pede a dispensa, como também, não conseguimos aceitar o sepultamento de alguém querido e amado, pois a partida nos deixa frustrados e temerosos com o amanhã.

Quando meu Pai partiu, ou melhor, quando foi plantado em sua cova, todos nós ficamos perdidos, pois ter que se despedir do nosso amado e querido Pai não foi fácil. E ainda imaginar que não iríamos mais vê-lo foi pior ainda, já se passaram longos cincos anos e ainda não nos acostumamos e acredito que não iremos nunca nos acostumar, mas o melhor a pensar é que iremos um dia nos encontrar novamente, mas, enquanto isso, faço minhas visitas freqüentes em seu túmulo onde águo a sua semente com minhas lágrimas, mas essas lágrimas não são lágrimas de tristeza e sim lágrimas de amor e cada minuto com você cultivo sua existência e isso me faz refletir.

Quando plantamos uma semente estamos sepultando-a, não estamos perdendo-a e nem se despedindo desse futuro fruto ou de uma futura sombra. Se fizermos uma pequena relação com a morte, podemos pensar quê, fomos um dia semente, viramos árvore e demos frutos, sendo assim, um dia viraremos semente novamente e os nossos frutos, árvores ou sementes continuarão regando a nossa existência, ou não?

Regue com lágrimas de amor a semente da sua existência e saiba que tudo isso nada mais é do que o ciclo de renovação da vida com o plano espiritual.

Feliz aquele que com as perdas constrói as oportunidades para ser feliz.

Seja sempre FELIZ!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Pouca Arte – Muitas Idéias por Gui Venturini

Dando sequência ao ultimo post onde falo sobre diferenças e da igualdade que vivemos hoje não só na moda, como também no comportamento, venho apresentar pra você mais um trabalho da minha autoria.

O primeiro trabalho apresentado aqui foi as Telas Digitalizadas Pouca Arte e agora as Camisetas Coloridas Pouca Arte onde englobo temas como música, frases, abastrato, comportamento, natureza, símbolos dentre outros.

As camisetas Pouca Arte foge completamente do tradicional e inspira o lado divertido e alegre de cada um.




Camisetas Pouca Arte, alegria para o dia-a-dia, cores para inspirar suas idéias e bom gosto em combinar desenho e atitude.

Na hora de presentear ou se presentear lembre-se que você pode ser diferente.

Clique aqui e conheça toda a coleção de camisetas Pouca Arte – Muitas Idéias

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

A diferença de cada um...


Esta na forma de agir, pensar e viver, e não em ser um patinho amarelinho ou pretinho, isso por que, todos são patos e patos são patos.

Ultimamente estamos vivendo em um mundo muito igualzinho, de pessoas iguais, de pensamentos iguais, de comportamentos iguais, de atitudes iguais e principalmente de uma modinha imposta e igualitária.

A sociedade que vivemos vem ditando regras e cada vez mais existe seguidores para esse modismo ridículo e exagerado. (não estou jugando ninguém, pois respeito o pensamento de cada um.)

Porque queremos ser iguais se podemos ser diferentes?
Porque quando somos diferentes somos taxados de aparecidos e loucos?
Porque só julgamos e não entendemos as atitudes que não as temos?

Bom, são perguntas que eu faço e eu mesmo respondo, pois esse comportamento me interessa e muito.

R1- Queremos ser iguais porque morremos de medo de ser questionados e não fazermos parte da tribo que estamos acostumados a freqüentar.

R2- Geralmente somos aparecidos porque temos atitudes loucas e não temos medo de ousar e muito menos estamos preocupados em fazer parte de tribos.

R3- O ser humano julga, pois é mais fácil julgar do que fazer algo diferente que faça bem para si mesmo e para um todo, neste caso, pensamos exatamente nos nossos interesses e não no coletivo. Oh gente, vivemos em sociedade!!!

Muito chama a minha atenção esta nova geração taxada de COLORIDOS, ou geração Z que está na moda falar, ou seja, a nova geração que vem misturando cores e fazendo um rock agressivo instrumentalmente e singelo em composição nada mais é do que uma mistura de comportamentos setentistas e oitentistas que vivemos em nossas gerações, pois já passamos pela Geração X eY estamos agora caminho para a X Y Z uma mistura de tudo que já foi vivido.

Veja os trajes e o visual dessa nova galera que estão sendo chamados de COLORIDOS, nada mais é do que uma mistura de punk, new wave, gótico e glan metal, pois quem viveu os anos setenta e oitenta, viu e até participou destes movimentos sabe muito bem do que eu estou falando.

Esse o um novo movimento que temos que entender e passar a respeitar, pois existe atitude, existe uma mistura de estilos, mas como disse o poeta, que na vida nada se cria, tudo se copia, esta nova geração está copiando o que pais e tios viveram no passado, se hoje são diferentes para você, ontem você também foi, mas se não foi, perdeu uma grande oportunidade de ser.

Não quero aqui impor nada e deixo claro que esse raciocínio e pensamento é exclusivamente meu, não sei se certo ou errado, mas é o que penso, falo isso para os conservadores que neste momento estão torcendo o nariz, por isso, coloco este pensar para você refletir e junto coloco a parábola “O Prato de Arroz” que gostaria de dividir como você;

"Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente quando vê um chinês colocando um prato de arroz na lápide ao lado. Ele se vira para o chinês e pergunta:

Desculpe-me, mas o senhor acha mesmo que o seu defunto virá comer o arroz?

E o chinês responde: Sim, geralmente na mesma hora que o seu vem cheirar as flores !

"Respeitar as opções do outro "em qualquer aspecto" é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter. As pessoas são diferentes, agem diferente e pensam diferente.

Nunca julgue. Apenas compreenda".

Juntamente com essa parábola vem a música da Rita Lee, Balada do Louco;

“Dizem que sou louca
Por pensar assim
Se sou muito louca
Por eu ser feliz
Mas louco é quem me diz!
E não é feliz!
Não é feliz...”

Por isso que devemos respeitar sempre o pensamento, as atitudes e o comportamento de cada um, pois, somos semelhantes fisicamente, mas bem diferentes no modo de agir, pensar e viver. Raul Seixas foi taxado como louco e drogado, mas teve a coragem de ser diferente como muitos outros seres humanos também tiveram, mas cuidado, pois Jesus Cristo foi santo e diferente, mas no seu caso foi pregado em uma cruz.

Diferenças existem e devem ser respeitadas, independente de sexo, raça, opção sexual e religião, isso por que, todos nós somos seres humanos e seres humanos são seres humanos.

"Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais" (Bob Marley)

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O Parto


Nascer e conceber a vida a um ser humano que vive em um mundo diferente do seu que na realidade você já viveu e não se lembra e nunca trouxe notícias concretas desse mundo me faz refletir.

O Planeta Ventre onde eu já vivi e você também no começo da nossa transformação como ser humano é um mundo não habitável e muito menos escrito na minha memória. Quando partimos do Planeta Ventre e chegamos ao Planeta Terra alguma coisa acontece, pois não nos lembramos onde estávamos e muito menos como era esse lugar.

O Parto acontece e a palavra que o descreve nos remete a partir para algum lugar, para algum mundo, para outra atmosfera, partilhar o amor, dividir a vida, por isso, que a palavra Parto apesar de dar o significado de Dar a Luz ou Ato de Parir gera um conflito e me faz pensar e refletir sobre.

Dar a Luz, mas essa luz é apagada da minha memória, não lembro onde estava, de como era o lugar que eu vivia antes de chegar aqui, por isso, que Parto tem relação com Partir, ir para algum lugar.

Se formos um pouco mais na essência da palavra, Parto tem o significado também de inicio da vida, mas se eu Parto, eu estou indo, estou partindo, não estou iniciando a vida, pois, minha vida já foi iniciada no ventre da minha mãe, posso entender que estou iniciando a minha vida aqui na Terra e não iniciando a minha vida como ser humano.

Mas também podemos usar a palavra Parir, que também irá chocar mais uma informação, pois, Parir, nos remete a junção das palavras Para e Ir que se juntadas se tornam Parir, ou seja, Para Ir a algum lugar, Para Ir a algum mundo que não habito ou não vivo.

Por isso que o ato do Parto ou de Parir continua códigos indecifráveis e bem longe de nós seres humanos normais entendermos.

Gerar uma vida é tentar entender a vida que vivemos no mundo que crescemos.

O texto acima remete a uma reflexão e não ao seu significado ou regra na Língua Portuguesa, foi feito uma analogia com as palavras parto e parir.

Significado da palavra;

Parto – do Latim parere, “trazer, dar à luz”. Daí a palavra parens, “aquele que traz”, que gerou a nossa palavra parente, e que em Latim designava “pai, mãe ou ancestrais”. (Origem Da Palavra - Site de Etimologia)

Parto – o acto de Parir (Dicionário da lingua portuguesa)

Parto (Dicionário Priberam da Língua Portuguesa)
s. m.
1. O acto! de parir.
2. O feto saído à luz.
3. Natural da antiga Pártia.
4. Fig. Qualquer produção física.
5. Qualquer produto da inteligência
6. Acontecimento que se espera

Parto - s.m. Ato de parir, de dar à luz. / Fig. Esforço desmedido, o resultado desse esforço.

Parto - s.m(o).Conjunto de fenômenos físicos que provocam a expulsão da criança, da placenta e das menbranas fetais, ao final da gravidez. (Dicionário Informal)

A palavra mais remota ligada a estas é o Pré-Indo-Europeu per-, “trazer à frente”. (Origem Da Palavra - Site de Etimologia)

Imagem: Celestial Forest - Fractal Art by Vicky Brago-Mitchell 

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails